Conheça Pato Branco

Cidade

Pato Branco, na região Sudoeste do Paraná, é um Município que adotou a inovação e o empreendedorismo para se desenvolver. Com mais de 78 mil habitantes, a cidade está próxima da divisa com Santa Catarina e cerca de 100 quilômetros da Argentina, numa posição estratégica no Mercosul.

Coloca-se como a 3ª melhor cidade em qualidade de vida no Paraná e a 113º no Brasil.
O Município tem mais de 75 cursos superiores, é polo regional no setor de comércio, serviços e agronegócios, com destaque na área industrial, principalmente nos ramos metal-mecânico, tecnológico e moveleiro. Com mais de 35 indústrias de softwares, de aparelhos e componentes eletrônicos, o Município tem um parque tecnológico instalado e reconhecido em nível de Brasil.

Pato Branco em números

Área539,087 Km²
População79.011 (Estimativa 2014)
Densidade135,70 hab./Km²
Altitude média 760 m
Latitude26º 13´ 46” - Sul
Longitude52º 40´ 14” - W-GR
IDH0,717
Número de propriedades rurais: 1.185
Distância da capital (Curitiba) 433,53 km
Fonte: IBGE - Dados de 2015

Clima

Clima Subtropical Úmido Mesotérmico, verões quentes com tendência de concentração das chuvas (temperatura média superior a 22° C), invernos com geadas pouco frequentes (temperatura média inferior a 18° C), sem estação seca definida.

Educação

Educação, conhecimento e oportunidade que refletem na qualidade de vida. O Município tem o quarto Índice de Desenvolvimento Humano do Paraná, uma cadeia forte no agronegócio e, proporcionalmente, tem o maior índice de crescimento na construção civil do Paraná.

  • Escolas Municipais: 25
  • Escolas estaduais: 15
  • Estabelecimentos de Ensino Superior: 04
  • Cursos de Graduação: 68
  • Cursos de Pós-Graduação: 18
  • Mestrado: 03

Saúde

A Saúde é o setor estratégico que faz da cidade uma referência para o Estado. Pato Branco tem gestão plena do Sistema Único para atender o Sudoeste paranaense e Oeste de Santa Catarina. O Município tem hospital credenciado pelo Ministério da Saúde para fazer transplantes cardíacos – no Paraná, fora a capital Curitiba, apenas Pato Branco e Londrina ofertam esse procedimento de alta complexidade na medicina.

Cultura

No seriado Toma Lá, Dá Cá, Alessandra Maestrini interpretava a empregada Bozena, que vivia contando histórias bizarras de moradores da sua cidade natal, Pato Branco, começadas com o bordão "Lá em Pato Branco daí...". Maestrini, que na verdade é paulista de Sorocaba, foi homenageada pela Câmara de Pato Branco,[12] e se tornou garota-propaganda de uma das principais empresas da cidade, a Indústria de Fogões Atlas Eletrodomésticos.

Em 2000, Milton Neves divulgou na Jovem Pan uma narração satírica onde um locutor reagia profanamente a um pênalti perdido pelo Pato Branco Esporte Clube (feita durante um hiato da equipe, que só voltaria à atividade no ano seguinte), que logo se tornou popular.

Galera de fotos

Mapa